Viúva da Mega-Sena volta para a cadeia



Policiais civis da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarm) do Rio de Janeiro prenderam, no final da tarde desta quarta-feira (20), Adriana Ferreira Almeida Nascimento, conhecida como “Viúva da Mega-Sena”. A mulher é viúva de Renné Senna, ex-lavrador que ganhou R$ 52 milhões na Mega-Sena, em 2007.

Considerada foragida, Adriana Almeida foi presa no bairro Bandeirante, em Tanguá, na Região Metropolitana, numa residência que segundo a polícia era usada como esconderijo. Aos policiais que fizeram a prisão, Adriana contou que estava vivendo na casa desde que foi decretada a sua prisão, em abril. Disse que não se entregou antes porque “seguiu ordens do advogado”. O imóvel, com paredes pintadas de azul e telhas brancas, ainda contava com uma piscina e um jardim. De acordo com Adriana, a casa é de sua família.

O ex-marido e ex-lavrador Renné Senna foi executado a tiros em 7 de janeiro de 2007 em Rio Bonito, também na Região Metropolitana. Seis pessoas foram acusadas do crime, entre elas a viúva da vítima.

Segundo as investigações, Adriana Almeida teria dado a ordem para morte do marido após ele ter dito que ela ficaria fora do testamento, pois sabia que estava sendo traído.

Os policiais da Desarme chegaram à mulher por meio de troca de informações com agências de inteligência e unidades de polícia. A Justiça fluminense condenou Adriana Almeida à pena de 20 anos de prisão.

Fonte: G1

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: